F-São Paulo: Categoria retorna a Interlagos com expectativa de 17 pilotos no grid

Campeonato regional, que neste ano tornou-se a única categoria de monopostos do país, volta a sua pista-sede após correr em Londrina e no Rio de Janeiro durante o período em que o autódromo paulista esteve em reformas.

A Fórmula São Paulo e as demais categorias que integram o Campeonato Paulista de Automobilismo reabrirão neste fim de semana o Autódromo de Interlagos para competições nacionais, após um período de recesso que já durava mais de cinco meses. Cumprido o cronograma de reformas no circuito, e passado o Grande Premio do Brasil de Fórmula 1, a categoria retorna a sua pista sede com expectativa de 17 pilotos no grid, e volta para casa após correr nos Autódromos de Londrina e Rio de Janeiro.

Na última quarta-feira, as equipes realizaram treinos livres em Interlagos e o número de pilotos que participaram dos ensaios contrastou com os pequenos grids das etapas realizadas fora de São Paulo. A explicação para essa nova onda de crescimento, segundo os chefes de equipe, é o menor custo das corridas realizadas em Interlagos – que exigem dos times um investimento cerca de 30% menor do que as etapas disputadas em outros estados.

“A Fórmula São Paulo apresenta uma ótima relação custo-benefício quando corre em Interlagos, e o investimento dos pilotos e equipes é muito maior quando são realizadas corridas em outros circuitos”, explicou Marcelo Massoni, chefe da Massoni Racing, quinta colocada na temporada. “Para Londrina e para o Rio de Janeiro, onde corremos enquanto Interlagos esteve fechado, só viajaram os pilotos que estavam mais bem colocados no campeonato. Mas voltaremos a ter grid cheio na corrida deste fim de semana”, acrescentou o preparador.

A Fórmula São Paulo retoma as atividades em Interlagos em um momento importante do campeonato, já que a prova deste domingo será a antepenúltima corrida do ano. As corridas derradeiras serão realizadas em sistema de rodada dupla, nos dias 1 e 2 de dezembro, novamente na pista paulista.

Passadas sete etapas, a liderança na tabela é do mineiro Victor Corrêa, que com quatro vitórias na temporada soma 99 pontos na classificação geral. A segunda colocação é do paulista Caio Lara, que tem uma vitória e 85 pontos na tabela. Em terceiro, com 68, aparece o amazonense Marcio Pasanelli. Os três líderes são, também, companheiros na equipe Alpie Competições, o que comprova a boa fase vivida pelo time paulista na categoria.

Já nos primeiros treinos livres desta semana os pilotos da categoria puderam comprovar a melhoria nas condições da pista de Interlagos, que foi totalmente recapeada para a Fórmula 1. Sem as habituais ondulações no asfalto, o circuito ficou mais veloz e permitiu às equipes regular de forma mais eficiente os monopostos da categoria.

“A pista está mais rápida, melhor pra dirigir”, atesta Victor Corrêa. “Com o asfalto mais liso, pudemos diminuir a altura do carro e endurecer um pouco a suspensão, o que deve gerar mais tração e aderência. Na reta o carro ganha em aerodinâmica e nas curvas, em equilíbrio”, completou o piloto.

Em virtude da realização de um evento religioso comandado pelo Padre Marcelo Rossi neste feriado de Finados – que além de uma missa campal previa a realização de 12 shows musicais no Autódromo de Interlagos –, a Fórmula São Paulo não foi à pista nesta sexta-feira. Os treinos de hoje e de ontem foram suspensos para a montagem da estrutura do evento, e serão retomados apenas amanhã.

A programação prevê a realização de uma sessão livre às 8h00, e da tomada oficial de tempos às 11h20. No domingo a largada da corrida está prevista para as 10h10. Confira a classificação geral do campeonato:

1) Victor Corrêa (MG), 99 pontos
2) Caio Lara (SP), 85
3) Márcio Pasaneli (AM), 68
4) Allisson Paulinelli (SC), 64
5) Felipe Leonardos (SP), 47
6) Thiago Calvet (RJ), 44
7) Henrique Lambert (RJ), 36
8) José Amorim Junior (SP), 35
9) Werner Neugebauer (RS), 26
10) Thiago Armentano (SP), 10
11) Gabriel Tojal (SP), 9
12) Leandro Florenzo (SP), 8
13) Paulo Meyer (SP), 7
14) Nilton Molina (SP), 5
15) Rafael Suzuki (SP) e Vinicius Mauri (SP), 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *