F-São Paulo: Categoria volta ao autódromo de Interlagos

No próximo final de semana (02 a 04/11) será disputada a 8ª etapa do Campeonato Paulista da Fórmula São Paulo, no autódromo José Carlos Pace, em São Paulo.

A categoria será a primeira de monopostos a ter o gostinho de competir em Interlagos após as reformas realizadas para o GP Brasil de Fórmula 1. O mineiro Victor Corrêa (Unifenas/Flash Power/Raster) lidera o campeonato com 14 pontos de vantagem para o paulista Caio Lara (O Corsário Motel/Eclipse Hotel), segundo colocado e seu companheiro na equipe Alpie Competições. A corrida acontece no domingo, às 10h15.

Após abandonar a prova anterior, no Rio de Janeiro por problemas no motor, Victor Corrêa volta ao circuito no qual conquistou três de suas quatro vitórias na competição. E o piloto espera voltar a andar na frente. “Eu conheço bem o traçado de Interlagos, venci aqui três vezes esse ano. Acho que vai ser uma boa oportunidade para eu voltar ao pódio”, afirma o representante da Unifenas/Flash Power/Raster. Faltando três corridas para o fim da temporada, Corrêa quer ter uma boa exibição para se manter com boas condições de levar o título. “Estou na liderança do campeonato e um bom resultado no domingo pode me deixar numa situação favorável para as duas últimas provas”, completa o piloto de Alfenas, sul de Minas Gerais.

Os pilotos da Fórmula São Paulo estão entusiasmados por poder andar novamente no circuito paulistano. Todos querem ver na prática como ficou a pista após as reformas realizadas. E a expectativa é positiva. “A pista deve estar melhor, com menos ondulações e mais aderência. Os tempos de volta devem baixar até a hora do treino classificatório, no sábado”, conta Victor. Os treinos livres começam na quinta-feira, já que na sexta-feira o autódromo de Interlagos será usado pelo Padre Marcelo Rossi, mas os pilotos estarão realizando testes particulares a partir de quarta-feira.

Na Fórmula São Paulo todos os monopostos utilizam chassi Techspeed equipados com motor AP 1.8, com 136 cavalos de potência, que chegam a 230 km/h. O câmbio utilizado é o Hewland, o mesmo usado na Fórmula 3 Sul-Americana. Para deixar a disputa com maior igualdade, há apenas um preparador de motores para todos os competidores.

Classificação do Campeonato Paulista de Fórmula São Paulo após sete etapas:

1) Victor Corrêa (MG), Unifenas/Flash Power/Alpie Competições, 99;
2) Caio Lara (SP), O Corsário Motel/Eclipse Hotel/Alpie Competições, 85
3) Márcio Pasaneli (AM), Proview/Gov. Amazonas/Alpie Competições, 68
4) Allisson Paulinelli (SC), Virtual Panorâmico/Dragão Motorsport, 64
5) Felipe Leonardos (SP), Opus Papéis/Massoni Racing, 47
6) Thiago Calvet (RJ), Alfaparf/Iaconelli, 44
7) Henrique Lambert (RJ), Iaconelli, 36
8) José Amorim Junior (SP), Fiolux/EMB Racing, 35
9) Werner Neugebauer (RS), Harald/PropCar, 26
10) Thiago Armentano (SP), Ecco/Cards and Co/Dragão Motorsport, 10
11) Gabriel Tojal (SP), Agecom/Vorax/Dragão Motorsport, 9
12) Leandro Florenzo (SP), Dynamics Perícias/PropCar, 8
13) Paulo Meyer (SP), Interkart, 7
14) Nilton Molina (SP), Mongeral/PropCar, 5
15) Rafael Suzuki (SP), Shutt/Phebem, e Vinicius Mauri (SP), Fall/Prismex/Iza Plast, 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *