F1: Adrian Campos descarta dupla Senna-Piquet em seu time

Chefe da escuderia Campos, Adrian Campos tratou de encerrar nesta quinta-feira qualquer especulação a respeito de uma dupla 100% brasileira na temporada 2010 da Fórmula 1. Com Bruno Senna já confirmado, ele descartou a possibilidade de contratar Nelsinho Piquet.

“Conversamos, mas este ano não vai dar para Piquet. Não fecho as portas para ele, mas é ruim ter dois pilotos de uma mesma nacionalidade na equipe”, comentou Campos, que está em São Paulo. “Os dois estão no mesmo mercado e disputam os mesmos patrocinadores”, justificou.

De acordo com o dirigente, três nomes disputam a outra vaga em sua equipe, estreante na principal categoria do automobilismo mundial: o venezuelano Pastor Maldonado, o russo Vitaly Petrov e o espanhol Pedro de la Rosa.

O dirigente admitiu que o aspecto financeiro vai pesar na escolha, que será anunciada nos próximos dias. “Podíamos trazer um piloto que não trouxesse dinheiro, e esse era o Bruno. Por isso, agora olharemos por outro lado”, comentou.

Campos ainda elogiou o sobrinho de Ayrton Senna. “Não sabemos se Bruno será como o tio, mas ele tem um talento inegável”, analisou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *