F1: Alonso detecta “erro horrível de estratégia”

Bicampeão mundial , o espanhol Fernando Alonso não lamentou a rodada que lhe fez bater no muro e abandonar o GP do Canadá de Fórmula 1. De acordo com ele, o principal fator que o prejudicou neste domingo foi um erro de estratégia da equipe, que o fez ir aos boxes quando o safety car estava na pista.

“Tivemos um erro horrível de estratégia quando paramos com o carro de segurança. Ainda tínhamos combustível para seis ou sete voltas. Foi o que fez Heidfeld, que estava na nossa frente. É verdade que eu estava em terceiro, mas isso era enganoso, pois atrás de mim havia gente que não iria mais parar”, explicou Fernando.


O piloto da Renault então passou a atacar o rival da BMW Sauber para pelo menos garantir alguns pontos na América do Norte. “Me disseram que eu estaria em oitavo ou nono depois da segunda parada e isso não era bom. Tentei mudar a trajetória para ultrapassar Heidfeld. Estava fora dos pontos e tinha que fazer de tudo, mas peguei a parte suja da pista e sai”, lamentou.


Esforço que não seria necessário caso a Renault optasse por manter o espanhol na pista. “Se tivéssemos feito isto, estaríamos à frente de Heidfeld e de Kubica, com possibilidade de subir ao pódio”, acredita o competidor. “Isto acontece em corridas, mas foi um erro muito grande”, encerrou.


GazetaEsporitva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *