F1: Alonso elogia equipe novata, mas avisa ‘Treinos são treinos’

“Treino é treino, jogo é jogo”. A frase, famosa nos bastidores do futebol, serve também para Fernando Alonso minimizar o grande rendimento da Brawn GP nos últimos testes coletivos da Fórmula 1. Apesar do aviso, o espanhol admite que o time de Brackley é mesmo o favorito para a prova de abertura do Mundial 2009, o Grande Prêmio da Austrália.

“Os tempos marcados pelos carros da Brawn nos treinamentos são impressionantes e sugerem que eles estarão na frente em Melbourne. Obviamente sua performance é uma grande surpresa para todos, e acho que eles serão fortes”, reconhece ao diário Herald Sun o bicampeão da categoria, antes de ressaltar. “Entretanto, teste é uma coisa e corrida é outra, e pode haver algumas surpresas este ano também com outros competidores”.

Grandes surpresas da pré-temporada da Fórmula 1, Rubens Barrichello e Jenson Button precisaram de apenas seis dias de treinos em Barcelona e Jerez de la Frontera para provar que o trabalho realizado na fábrica inglesa desde a época da Honda foi bem feito – assim, a escuderia marcou os dois melhores tempos da semana na Catalunha e ficou na segunda colocação em Jerez.

Além da Brawn GP, Alonso acredita que também a Toyota está à frente de sua Renault, que assim ocuparia o terceiro posto na hierarquia da Fórmula 1. Porém, ele garante respeitar todos os adversários. “A McLaren não pareceu tão competitiva recentemente, mas até que formos a Melbourne não saberemos como os times estão. Então, não devemos tirar tanto dos testes, e eu não subestimaria nenhum dos nossos rivais”.

Depois de ver o novo carro dos franceses, R29, não brilhar no início da pré-temporada, Alonso acredita que o modelo evoluiu a ponto de se dizer ‘feliz’ com o que tem em mãos atualmente.

“Com a redução dos treinos neste ano foi importante termos trabalhado muito duro no inverno. Assim chegaremos à Austrália sabendo que maximizamos o tempo disponível. Encerramos a última temporada de forma forte e queremos começar a nova brigando por pódios e vitórias”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *