F1: Ameaçado, Glock garante presença no GP da Malásia

As especulações de que Timo Glock, da Toyota, não estaria apto para disputar o Grande Prêmio da Malásia rapidamente se dissiparam. Em entrevista ao Autosport, o piloto alemão garantiu que estará em Sepang, apesar de admitir a pequena lesão no pulso esquerdo.

No último domingo, durante a prova que abriu a nova temporada da Fórmula 1, em Melbourne, Glock sofreu o acidente que mais assustou o público, ao decolar com o seu carro após ter passado sobre um desnível na grama.


O monoposto do integrante da Toyota ainda rodou por várias vezes antes de se chocar levemente contra o muro.


Perguntado sobre as conseqüências da batida, o alemão garantiu estar bem. “Minha mão está um pouco dolorida, já que bati com ela no volante, mas não é nada sério e tenho certeza de que isto não será um problema”.


Apesar de ter perdido a chance de pontuar em sua estréia pela Toyota, ele destacou sua corrida de recuperação, já que havia largado em 19º depois de ter sofrido punições que lhe tiraram dez posições no grid.


“Planejamos a corrida de acordo com minha posição de largada, então estava com bastante combustível. Tive uma corrida consistente e as coisas pareciam muito boas, olhando para os pontos”.


Quanto à sensação de estar de volta à principal categoria do automobilismo, o atual campeão da GP2 ressaltou a diferença em relação às quatro corridas que disputou pela Jordan, com a temporada de 2004 já em andamento.


“Foi interessante provar novamente como isto funciona, porque é diferente de quando corri em 2004. O sistema de qualificação parece estranho quando você ainda está no pit e faltam menos de três minutos para o fim. Mas em geral estou bem feliz”, finalizou.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *