F1: Apesar do caos aéreo, pilotos conseguem deixar a China

Os pilotos foram os que mais conseguiram levar na esportiva o caos aéreo na Europa. Enquanto Nico Rosberg, da Mercedes, sugeria o trem da Transiberiana, na Rússia, como uma boa opção, Sebastian Vettel, da Red Bull dizia que alugaria um carro para retornar à sua casa na Suíça.

Brincadeiras de quem, por programação prévia, passarão longe do problema. Rosberg por exemplo, vai tirar uma semana de descanso na Tailândia. Já a dupla da McLaren segue em caminhos opostos: Jenson Button para a casa da namorada no Japão; Lewis Hamilton para o evento de um patrocinador na África do Sul.
Em relação aos brasileiros, Lucas di Grassi (Virgin) conseguiu deixar a China e chegará nesta quarta ao Brasil. Bruno Senna (Hispania) também saiu de Xangai, mas com destino a Mônaco, com paradas em Paris e Nice, enquanto Rubens Barrichello (Williams) e seu pai foram direto para Dubai, nos Emirados Árabes.
Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *