F1: Após título, Dennis descarta aumento de salário a Hamilton

Apesar dos rumores de que o piloto inglês Lewis Hamilton poderia ter seu salário dobrado após conquistar o título mundial de Fórmula 1, o principal dirigente da McLaren, Ron Dennis, afirmou ao jornal The Times que sua renovação de contrato oferecerá ao competidor um salário estável, sem incentivos para conquistar o campeonato em 2009.

“O salário de Lewis é fixado por contrato. Seus vencimentos não estão ligados a nenhum êxito esportivo”, comentou Dennnis, que afirmou que a McLaren “não tem nenhum tipo de incentivo” em seus contratos, “nem com os pilotos, nem com patrocinadores”.

O título de Hamilton é o primeiro da equipe desde Mika Hakkinen em 1998 e 1999. Pelo fato do piloto ser inglês, como a escuderia, é natural que se tenha uma repercussão maior na mídia e que times rivais, como a Ferrari, se interessem em contratá-lo, o que naturalmente aumentaria seu salário.

Com valores guardados a sete chaves, estima-se que o piloto receba cerca de 100 milhões de euros (cerca de R$ 279 milhões) por cinco anos, valor que estaria no nível de Fernando Alonso, da Renault, e um pouco abaixo de Kimi Raikkonen, da Ferrari.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *