F1: Após treino apagado, Kubica critica desempenho

Apenas o sétimo mais rápido desta sexta-feira em Magny-Cours, o polonês Robert Kubica fez críticas ao desempenho de sua BMW Sauber no primeiro dia de testes no circuito francês. O líder do Mundial de Pilotos, agora, espera uma melhora substancial para o sábado.

“Foi uma sexta-feira difícil e ainda perdemos um bom tempo de pista durante a tarde por causa de problemas técnicos”, lamentou Kubica, vencedor da última etapa da Fórmula 1, em Montreal. “O equilíbrio do carro estava um pouco esquisito, então acabou ficando difícil dirigir”, emendou.


O polonês foi apoiado pelo seu companheiro de BMW Sauber, o alemão Nick Heidfeld, oitavo na somatória dos tempos obtidos pela manhã e à tarde. “De uma forma inesperada, meu carro saiu um pouco depois de uma curva e eu acabei saindo da pista. Foi difícil correr, tive a impressão de que havia algo solto no carro”, criticou.


Para a BMW Sauber continuar mais uma vez andando na frente, Kubica deu um conselho para toda a equipe: muito trabalho durante a noite, para que os problemas sejam identificados até sábado, dia em que haverá o último teste livre e os treinos classificatórios para a definição do grid.


“Não podemos perder tempo. Precisamos sentar e analisar os dados de telemetria, para só então entendermos o que poderá ser feito no sábado”, declarou Kubica.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *