F1: Após troca com Brasil, Abu Dhabi quer se efetivar como último GP

A princípio, o evento em Yas Marina seria realizada em 31 de outubro, sendo a penúltima desta temporada, já que o GP do Brasil ocorreria em 14 de novembro. No entanto, uma solicitação dos diretores da prova asiática motivou uma troca.

“É uma grande ajuda ser a última corrida do calendário”, vibrou o chefe-executivo do circuito asiático, Richard Cregan, à revista britânica Autosport. “Embora qualquer opção pudesse ser O.K. – estamos felizes apenas por estar no campeonato -, ter a última prova significa podermos maximizar todo o esforço feito para entregar um lugar magnífico”.

Em 2009, Abu Dhabi já abrigou o evento derradeiro, porém o título foi definido já em Interlagos, uma semana antes. Apesar disso, Cregan argumenta que o retorno de qualquer forma é maior para quem encerra o ano. “As pessoas virão aqui, terão alguns dias de férias e desfrutarão dos benefícios da área”.

Nesse contexto, o próximo objetivo do empresário é manter o “posto final”, algo pelo qual ele e seus companheiros lutarão visando às próximas temporadas. “Isso nos daria um pouco de estabilidade”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *