F1: ‘As coisas acontecem muito do meu lado’, diz Barrichello

Com uma provável falha mecânica na largada, Rubens Barrichello caiu da terceira para a 13ª posição do Grande Prêmio da Turquia, disputado na manhã deste domingo. Sem sucesso, ele tentou fazer uma corrida de recuperação e acabou abandonando a prova a 10 voltas do final.

“É bem fustrante, porque as coisas estão acontecendo muito do meu lado”, lamentou o veterano piloto, que viu o companheiro Jenson Button ampliar para 26 pontos sua vantagem na liderança. Com o abandono de Barrichello, a Brawn GP teve um de seus carros fora da zona de pontuação pela primeira vez.

“Parece que foi um problema na caixa de câmbio. Foi o mesmo que aconteceu na Austrália. Quando pisei na embreagem, o sistema anti-stall (que não deixa o carro morrer) funcionou e fez o cálculo errado para a embreagem de novo para mim”, lamentou.

Uma vez longe dos primeiros colocados, Barrichello partiu para cima e pilotou com agressividade. No momento de tentar ultrapassar, ele tocou na McLaren do finlandês Heikki Kovalainen. Em seguida, fez o mesmo com o alemão Adrian Sutil, da Force India, e danificou o bico de seu carro.

Para completar a corrida infeliz, o veterano piloto brasileiro perdeu a sétima marcha e não conseguiu explorar a velocidade nas retas do circuito. “Isso não facilitou a minha vida, já que tinha que competir contra carros com KERS e precisei arriscar”, justificou Barrichello.

O experiente brasileiro procura manter a motivação para o Grande Prêmio da Inglaterra, que será realizado no próximo dia 21 de junho. “Silverstone é um dos meus circuitos favoritos. Então, vou manter o pensamento positivo e focar na corrida que acontece dentro de duas semanas”, finalizou Barrichello.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *