F1: Barrichello atribui vantagem de Button a problema nos boxes

Com a quinta colocação no Grande Prêmio de Cingapura, realizado na manhã deste domingo, o inglês Jenson Button aumentou sua vantagem na tabela de classificação sobre Rubens Barrichello, que chegou em sexto. O brasileiro atribui o resultado a um imprevisto nos boxes.

“Infelizmente, eu tive um problema na minha segunda parada, quando não consegui colocar no ponto neutro e o motor parou, o que me fez perder um tempo crucial para ficar à frente do Jenson”, afirmou o brasileiro, que fez 65 pontos e viu seu companheiro chegar aos 80 pontos ganhos.

Barrichello largou na nona colocação e ganhou duas posições logo nos primeiros metros da prova. Após a primeira parada do brasileiro, o safety car entrou na pista em função de um acidente entre os alemães Nick Heidfeld, da BMW, e Adrian Sutil, da Force India. Button aproveitou a situação e também parou.

“Foi um final de semana muito tumultuado para mim e uma corrida dura. Eu comecei muito bem e ganhei duas posições. Tudo estava indo bem na primeira parte. É uma pena que o safety car não tenha jogado a meu favor, mas eu estava em uma boa posição”, analisou Barrichello.

Para completar, o brasileiro ainda sofreu com problemas nos freios na parte final da corrida. “O final de semana poderia ter sido melhor, mas perdi apenas um ponto para o Jenson no campeonato, apesar de tudo que aconteceu. Continuo otimista”, finalizou o brasileiro.

Com 15 pontos de diferença entre os dois primeiros colocados do Mundial, faltam três etapas para o final da temporada. A próxima corrida do calendário é o Grande Prêmio do Japão, no dia 4 de outubro. A Fórmula 1 ainda passa pelo Brasil e se despede em Abu Dhabi.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *