F1: Barrichello confirma acerto e Williams anuncia o brasileiro para 2010

Após semanas de mistério, o brasileiro Rubens Barrichello finalmente confirmou nesta segunda-feira que será o novo piloto da Williams. De Abu Dhabi, ele viajou diretamente para a sede da equipe inglesa, em Grove. O companheiro do brasileiro na escuderia em 2010 será o novato alemão Nico Hülkenberg, campeão da GP2 neste ano.

A confirmação foi feita em entrevista à rádio Jovem Pan: “A Williams é sempre um time muito querido onde todos querem trabalhar. Eu chego no melhor momento da minha carreira, com experiência e muito entusiasmo”. Ouça a entrevista.

Na sequência, a Williams emitiu um comunicado oficial, também confirmando o brasileiro. “Rubens não precisa de apresentação. Ele não é só o mais experiente piloto da Fórmula 1. É uma pessoa apaixonada, um piloto talentoso e um lutador pela categoria”, afirmou o chefe do time, Frank Williams.

Neste domingo, após a corrida em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, Barrichello indicou em sua página no microblog Twitter sobre a sua ida para a Inglaterra e a mudança de equipe, que já estava confirmada antes do GP do Brasil, mas o piloto e a equipe insistiam em negar devido ao fato de que Barrichello ainda brigava pelo título.

“Vou nessa galera, a caminho da Inglaterra (risos) até amanhã [neste domingo] #tamojuntoateemoutraequipe”, escreveu Rubinho, antes de deixar os Emirados Árabes.

A Williams será a sexta escuderia do piloto brasileiro na Fórmula 1. Antes, Barrichello pilotou para a Jordan, entre 1993 e 1996, depois ficou na Stewart entre 1997 e 1999, antes de assumir o cockpit da Ferrari entre 2000 e 2005. Rubinho ficou na Honda de 2006 a 2008 e, após a saída da equipe da Fórmula 1, correu pela Brawn na temporada deste ano.

A equipe inglesa entrou na Fórmula 1 em 1978 e teve os brasileiros Nelson Piquet, Ayrton Senna e Antonio Pizzonia na categoria antes de contratar Rubens Barrichello. Foram conquistados nove títulos de pilotos e sete de construtores pela escuderia.

O time já havia anunciado para 2010 a troca dos motores Toyota por Cosworth, assim como as saídas dos pilotos Kazuki Nakajima e Nico Rosberg foram divulgadas durante o GP dos Emirados Árabes. Rosberg deverá assumir uma vaga na Brawn GP ou na McLaren, favorecido pela Mercedes-Benz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *