F1: BMW vai à Espanha sem novo difusor e sem KERS

Entre as atualizações que a BMW introduzirá no carro para o Grande Prêmio da Espanha não estará o difusor duplo. Sem tempo útil para a fabricação do aparato, a escuderia alemã terá apenas uma solução provisória em Barcelona, onde a utilização do KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética) também já está descartada.

Segundo o chefe de equipes dos alemães, Mario Theissen, não houve tempo para que o polêmico difusor, considerado fundamental para o bom rendimento de Brawn GP e Toyota no Mundial da Fórmula 1 até aqui, fosse fabricado, sendo que é provável que ele entre em ação para a corrida de Mônaco, em 24 de maio.

“O pacote aerodinâmico para Barcelona está em desenvolvimento faz tempo, entretanto uma introdução rápida do difusor duplo não nos daria muitos benefícios”, afirmou o diretor esportivo, explicando o que mudará, então, no F1.09 para o próximo fim de semana. “Teremos uma atualização substancial, desde a asa dianteira até a traseira. Haverá melhorias em cada detalhe”.

Se antes do início da temporada Theissen esperava brigar pelo título mundial, a BMW chega à terceira etapa do ano com apenas quatro pontos no Mundial de Construtores, na qual ocupa a sexta colocação. Curiosamente, a equipe foi a primeira a iniciar o desenvolvimento do modelo deste ano, o que inclui o KERS. Entretanto, o novo sistema não será utilizado no circuito espanhol.

“Não teremos o KERS nos dois carros em Barcelona, porque trazer um novo pacote e correr com isso não dá certo”, afirmou o dirigente, avaliando os prós e contra do aparato revolucionário bancado para 2009 por Max Mosley. “Como tecnologia o resultado é muito positivo, funcionando sem falhas. Provavelmente utilizaremos novamente o KERS na Turquia”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *