F1: Brasileiros têm mais uma corrida frustrante na Fórmula 1

Os pilotos brasileiros mais uma vez saíram sem motivos para comemorar o resultado numa corrida da temporada deste ano da Fórmula 1. O único a pontuar no Grande Prêmio da Coreia do Sul foi Felipe Massa, pela quinta vez em sexto lugar numa prova neste Mundial. O piloto mais uma vez foi atrapalhado por um mau pit stop da Ferrari.

– No primeiro stint, o pneu (supermacio) gastou um pouquinho demais e a gente não conseguia recuperar. Quando a gente botou o mole, o ritmo foi bom. Demorei um pouco para passar o (Nico) Rosberg, mas isso ajudou a fazer o ritmo certo. Na segunda parada, saí atrás de dois carros lentos e perdi muito tempo em uma volta e meia. Depois, o Fernando saiu na minha frente. O carro no fim era rápido, mas perdi tempo na minha primeira parada e na segunda saí atrás de carros mais lentos – disse Felipe.

Já Rubens Barrichello até que fez uma corrida razoável e ficou a apenas duas posições de marcar pontos, algo praticamente impensável com o péssimo carro da Williams deste ano:

– A corrida foi divertida do ponto de vista de lutar com um carro mais competitivo do que o meu. A gente fez uma estratégia boa de pneu e o safety car de novo não foi bom, porque todo mundo que não tinha parado, saiu na frente. Dei o máximo no limite do carro. Quando a gente não tem um carro que sonha ter, tem de se divertir da maneira como vem.

Já Bruno Senna lamentou a má largada, em que perdeu quatro posições e uma opção tática para o último pit stop.

– Infelizmente a corrida ficou difícil com a largada ruim. Precisamos melhorar um pouquinho a estratégia, acabamos fazendo o último pit stop cedo demais e fazer os pneus durarem a uma última sessão inteira foi difícil. Como a gente ficou preso atrás de outros carros muito tempo, tentamos mudar um pouco. No começo estava funcionando, mas depois não deu certo – comentou o piloto da Renault.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *