F1: Brawn justifica diferença de estratégia e elogia frustrado Barrichello

Com uma estratégia de duas paradas, uma a menos que Rubens Barrichello, o britânico Jenson Button conquistou o Grande Prêmio da Espanha e deixou o brasileiro na segunda colocação. A princípio, os dois pilotos adotariam o mesmo planejamento neste domingo, mas a equipe Brawn GP resolveu mudar durante a corrida.

“Quando chegamos perto da janela dos primeiros pit stops, ficou claro que Jenson voltaria diretamente atrás de Nico Rosberg se adotássemos o plano de três paradas. Consequentemente, decidimos mudar o Jenson para uma estratégia de duas paradas para assegurar que ele corresse mais livre”, justificou Ross Brawn, dono do time.

Ao analisar a situação de Rubens Barrichello dentro da corrida, a equipe decidiu manter os três pit stops, plano que se mostrou melhor nos estudos antes da prova. “O Rubens estava extremamente rápido na frente e naquele momento a estratégia com três paradas era claramente a opção mais rápida para ele”, prosseguiu Brawn.

Sem ganhar uma corrida desde 2004, quando ainda pilotava uma Ferrari, Barrichello admitiu a frustração por perder a vitória na Espanha. Enquanto seu companheiro lidera o Mundial com 41 pontos de 45 possíveis, ele ainda persegue o primeiro triunfo na mais nova equipe da Fórmula 1.

Brawn atribuiu a falha na estratégia elaborada para Rubens Barrichello ao rendimento dos pneus. “Infelizmente, os pneus dele não tiveram uma boa performance depois da segunda parada, o que comprometeu o ritmo e acabou custando-lhe a corrida”, declarou o dirigente.

Satisfeito com a segunda dobradinha de sua equipe na temporada, Brawn tratou de elogiar o brasileiro. “O Rubens foi extremamente bem neste final de semana e foi muito graças ao esforço dele que conseguimos atingir o sucesso que tivemos hoje”, afirmou Ross Brawn.

O vencedor da prova também ganhou elogios do chefe. “Nossa segunda dobradinha é uma maneira fantástica de começar a temporada europeia e estou extremamente orgulhoso do Jenson, do Rubens e da equipe”, finalizou. A próxima prova do calendário será realizada em Mônaco, no dia 24 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *