F1: Massa lamenta falta de combustível e ‘entrega’ título à Brawn GP

Atual vice-campeão do mundo, Felipe Massa descartou a possibilidade de conquistar o título desta temporada depois de ver o britânico Jenson Button vencer a quarta corrida na temporada. O brasileiro ainda lamentou a falta de combustível no final do Grande Prêmio da Espanha, na manhã deste domingo.

Questionado se tem condições de alcançar Jenson Button, ele foi taxativo. “No campeonato? Não, eu acho que não. Temos que ser realistas. Depois de cinco corridas, eles venceram quarto”, declarou Felipe Massa, que marcou seus primeiros três pontos na temporada ao chegar em sexto na Espanha.

Mesmo com uma eventual evolução do carro da Ferrari, Massa não acredita no título. “Se melhorarmos muito e formos três ou quatro décimos mais rápidos do que eles, eles ainda vão marcar pontos. Então esqueça isso”, disse o brasileiro, que teve seu pior início de temporada desde que começou na Fórmula 1 pela Sauber, em 2002.

Depois de triunfar na Espanha, Jenson Button chegou aos 41 pontos ganhos e ampliou seu domínio na tabela de classificação do Mundial. O brasileiro Rubens Barrichello é o segundo colocado, com 27 pontos. Felipe Massa, por sua vez, aparece no 12º posto, empatado com Kimi Raikkonen e Sebastian Buemi.

Massa se manteve na quarta colocação até a parte final da prova em Barcelona. Pelo rádio, ele foi avisado que estava com menos combustível do que imaginava e recebeu a instrução de poupar gasolina. “O que eu posso fazer? O que eu posso fazer?”, respondeu, irritado. Sem saída, ele tirou o pé e cedeu posições para Sebastian Vettel e Fernando Alonso.

“Foi muito frustrante. Você luta a corrida inteira e depois tem que desacelerar. Eu já estava economizando combustível na última volta, mas não era suficiente. Então tive que realmente desacelerar e deixar o Vettel passar. Perdi a posição para o Fernando (Alonso) e quase para o Nick (Heidfeld), então isso foi bem frustrante”, lamentou.

Apesar do problema, que ainda não foi esclarecido, Massa sentiu melhoras no F-60. “Se você comparar o carro que tivemos nessa corrida e o carro que tínhamos antes, foi um avanço. Está muito melhor para pilotar e isso é realmente animador”, encerrou o vice-campeão mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *