F1: Briatore chega à Espanha e já reclama: ‘Há três times irregulares’

Afastado dos dois primeiros dias de testes da Fórmula 1 em Barcelona, Flavio Briatore mal chegou ao circuito de Montmeló, nesta quarta-feira, e já aproveitou para lançar mão de uma de suas características mais marcantes: a língua afiada. Ainda reclamando contra os polêmicos difusores projetados por Toyota e Williams, o homem-forte da Renault garantiu que três equipes não estão cumprindo o regulamento da categoria.

Toda a discussão sobre os difusores começou no fim de janeiro, quando algumas escuderias reclamaram contra os aparelhos de Toyota, Williams e Ferrari, que teoricamente não respeitariam a altura limite de 175 milímetros estabelecida pelas regras.

Em inspeção realizada em fevereiro, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) obrigou a escuderia italiana a redesenhar parte do modelo F60, porém decidiu que o FW31, dos ingleses, e o TF109, dos japoneses, acabaram aprovados, o que ainda causa irritação em Briatore.

“A F-1 deveria ter regras iguais para todos. Não é justo que alguns difusores sejam feitos de um certo modo e outros de um outro, não acho correto que cada um tenha seu própri regulamento”, esbravejou o dirigente à Gazzetta dello Sport. “Parece que há dois regulamentos: aquele que permite às escuderias terem um certo difusor e aquele que veta o equipamento de outra porque é considerado ilegal. Não é isso o que esperamos”.

Reclamando ainda contra a indecisão da FIA em relação ao KERS (Sistema de Recuperação de Energia Cinética), que deixou de ser obrigatório e se tornou opcional para a temporada 2009, Briatore admitiu estudar a apresentação de um protesto oficial às vésperas da abertura do campeonato.

“Também não é justo que no Grande Prêmio da Austrália (em 29 de março) existam carros com o KERS e outras sem”, continuou o italiano da Renault, antes de disparar de vez: “Sobre o protesto veremos, porque ao menos três times não respeitam o regulamento”.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *