F1: Bruno Senna vê Lotus Renault perto do Q3 em Monza

“Briga pelas últimas vagas entre os Top 10 será muito dura”, prevê

Satisfeito com o ritmo de trabalho da Lotus Renault GP nos treinos que abriram a programação do GP da Itália, Bruno Senna disse que os resultados das duas sessões desta sexta-feira já deram uma indicação do potencial de cada equipe para as tomadas classificatórias. “Em termos de ordem de largada, acho que será mais ou menos por aí. Acredito que estaremos na briga para entrar no Q3, mas a disputa será dura e as diferenças entre o 9º e o 10º lugares e os que vierem logo a seguir serão pequenas, algo em torno de dois ou três décimos”, analisou.

Bruno terminou o dia com o 10º lugar na classificação geral, depois de estabelecer o tempo de 1min25s325 no período da tarde. No geral, completou 63 voltas e aprovou o balanço das atividades da equipe. “Conseguimos completar todo o programa de testes sem qualquer problema. Acho que foi um bom dia neste aspecto. Procurei começar as atividades com bastante calma, evitando cometer erros, para apertar mais na segunda parte”, explicou.

Apenas em seu segundo grande prêmio na temporada, depois de uma longa inatividade encerrada há duas semanas no GP da Bélgica, Bruno pôde aumentar o conhecimento do R31 na pista seca depois do fim de semana complicado pela chuva em Spa. Avaliou as duas versões de compostos levadas pela Pirelli, mas admitiu que ainda não chegou a uma conclusão definitiva sobre o comportamento dos pneus macios e médios. “Ainda estou um pouco enferrujado na pista seca. Preciso pegar mais a mão destes pneus, porque às vezes estou a 95% e em outras passando um pouco dos 100%”, admitiu.

Bruno superou seu companheiro de equipe por pouco mais de um décimo de segundo, mas minimizou a vantagem conquistada sobre o russo Vitaly Petrov. “Ele cometeu um erro na melhor volta”, lembrou, “assim como eu também dei uma erradinha na minha.” O piloto brasileiro permaneceu nos boxes da Lotus Renault GP até bem depois do início da noite, ainda envolvido em reuniões com os técnicos da equipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *