F1: Chefe da Ferrari admite que equipe prejudicou Massa

Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, admitiu publicamente que a equipe prejudicou a prova de Felipe Massa neste domingo. Com a entrada do safety car na pista por conta da quebra do carro de Adrian Sutil, o brasileiro se dirigiu aos boxes para antecipar seu reabastecimento, mas teve que voltar ao pit lane logo em seguida porque nenhuma gasolina entrou no seu carro.

“Foi uma vergonha porque Felipe estava fazendo uma excelente corrida”, admitiu o dirigente, que explicou o ocorrido. “Tivemos um problema com a máquina reabastecimento. Uma peça quebrou e nenhuma gasolina foi colocada no carro dele. Então, tivemos que pedir para ele voltar para os boxes”, afirmou.


O erro custou a Massa a chance de conquistar o pódio. Mesmo assim, o brasileiro fez uma bela corrida e terminou a disputa na quinta colocação, alcançando Lewis Hamilton na vice-liderança do campeonato – o ingês leva vantagem nos critérios de desempate. “Isso estragou uma excelente prova que ele vinha fazendo”, reconheceu.


Sobre o acidente envolvendo Kimi Raikkonen, que foi acertado em cheio por Lewis Hamilton enquanto aguardava autorização para sair do pit lane, Domenicali foi irônico. “Não tenho nada a acrescentar, além do fato de uma colisão a 80km/h dentro do pit lane era evitável. De qualquer forma, a luzes de trânsito no Canadá não são nossas amigas”, brincou o chefe da Ferrari, se referindo à desclassificação de Felipe Massa no ano passado – na ocasião, o brasileiro não respeitou a luz vermelha.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *