F1: Com medalhas, Piquet perderia tri e Senna seria tetra

Diretor financeiro da Fórmula 1, Bernie Ecclestone quer implantar um sistema de pontuação olímpica na principal categoria do automobilismo. Os três primeiros colocados ganhariam medalhas de ouro, prata e bronze. Desta forma, o campeão seria o maior colecionador de medalhas douradas. Com esse sistema, Nelson Piquet perderia seus três títulos e Ayrton Senna seria tetracampeão.

Depois da proposta de Bernie Ecclestone, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) realizou um estudo para analisar o impacto da nova regulamentação ao longo da história da Fórmula 1. Em caso de empate entre os dois pilotos com mais medalhas de ouro, as medalhas de prata seriam levadas em conta. Persistindo a igualdade, os bronzes seriam considerados.

O estudo realizado pela FIA aponta que apenas 22 das 59 edições do Mundial teriam seus três primeiros colocados mantidos. Em 13 dos outros 37 campeonatos, o título ficaria em mãos diferentes. Com o sistema de medalhas, a categoria ganharia três novos campeões. O número de pilotos com o Mundial no currículo seria reduzido sensilvemente.

Os campeonatos realizados antes da década de 1990 seriam os mais afetados. Nos últimos 20 anos, as modificações seriam menores. No entanto, o resultado do Mundial do ano passado seria diferente. Com o sistema de medalhas idealizado por Ecclestone, o brasileiro Felipe Massa teria conquistado seu primeiro título na Fórmula 1 em 2008.

Confira as mudanças apontadas pela FIA:
1958: Stirling Moss – no lugar de Mike Hawthorn
1964: Jim Clark – no lugar de John Surtees
1967: Jim Clark – no lugar de Denny Hulme
1977: Mario Andretti – no lugar de of Niki Lauda
1979: Alan Jones – no lugar de Jody Scheckter
1981: Alain Prost – no lugar de Nelson Piquet
1982: Didier Pironi – no lugar de Keke Rosberg
1983: Alain Prost – no lugar de Nelson Piquet
1984: Alain Prost – no lugar de Niki Lauda
1986: Nigel Mansell – no lugar de Alain Prost
1987: Nigel Mansell – no lugar de Nelson Piquet
1989: Ayrton Senna – no lugar de Alain Prost
2008: Felipe Massa – no lugar de Lewis Hamilton

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *