F1: Com parceiros da Toyota, Renault se aproxima de Kobayashi

Para seguir na Fórmula 1 e evitar um retorno ao restaurante de seu pai no Japão, Kamui Kobayashi já informou que sua grande chance seria obter uma vaga na Lotus. Porém, ele agora aparece próximo de uma equipe já estabelecida na categoria, a Renault, que segundo a revista francesa Auto Hebdo fechará contratos com dois ex-patrocinadores da Toyota, a Panasonic e a KDDI.

Como reflexo do escândalo de manipulação do Grande Prêmio de Cingapura de 2008, a Renault perdeu dois de seus grandes parceiros – a seguradora espanhola Mutua Madrilena e a instituição financeira holandesa ING. Também por causa disso e em função da crise econômica internacional, até a permanência da escuderia na Fórmula 1 não é certa, sendo que uma decisão será anunciada somente em dezembro.

De acordo com a Auto Hebdo, no entanto, não há riscos de o time que já contratou Robert Kubica deixar o Mundial. Para auxiliar no caixa, dois dos principais patrocinadores da Toyota se juntariam aos franceses: a Panasonic, empresa de produtos tecnológicos, e a KDDI, firma de telecomunicações.

As companhias japonesas, nesse contexto, levariam à Renault um piloto da mesma nacionalidade, exatamente Kobayashi, que se destacou nos Grandes Prêmios de Brasil e Abu Dhabi e assim tinha “90%” de chances de ser contratado pela Toyota até o fim das atividades ser anunciado. Quando abandonou a categoria, a montadora até prometeu ajudar na garantia do futuro do jovem de 23 anos, o que pode acontecer indiretamente.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *