F1: Comissão propõe mudança radical na pontuação

O sistema de pontuação do mundial de Fórmula-1 pode sofrer a sua mais radical mudança, desde o início do campeonato em 1950. Nesta quinta-feira (10/12), a Comissão de Fórmula-1 apresentou uma proposta para a temporada de 2010, que modifica o sistema de pontos distribuídos nos GPs.

De acordo com a proposta os dez primeiros de cada prova receberiam pontos. O vencedor levaria 25, o segundo 20, o quarto 10, o quinto 8, o sexto 6, o sétimo 5, o oitavo 3, o nono 2, e o décimo um. A principal justificativa da Comissão, presidida por Bernie Ecclestone, chefe da FOM, e Jean Todt, presidente da FIA, é o aumento do número de carros no grid para 2010, 26.

Seria a primeira mudança no sistema de pontos, desde 2003, quando o sétimo e o oitavo colocado passaram a pontuar. Em 1950 apenas os cinco primeiros pontuavam, no sistema 8, 6, 4, 3, 2, com o autor da melhor volta ganhando um ponto. Em 1960 foi abolido o ponto para a volta mais rápida com o sexto colocando passando a ganhar um ponto. No ano seguinte o vencedor passou a ganhar nove pontos.  Em 1991 mais um ponto passou a ser computado para o vencedor, totalizando dez. A mudança de 2003 aumentou a zona de pontos para oito, com o sistema 10, 8, 6, 5, 4, 3, 2, 1.  

O projeto pode ser aprovado já na sexta-feira (11/12), após a reunião do Conselho Mundial de Esportes a Motor da FIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *