F1: Comissários decidem não punir Rosberg

Oitavo colocado na classificação final do GP do Japão, Jenson Button deixou o autódromo de Suzuka confiante na possibilidade de ganhar um ponto a mais, pois julgara que Nico Rosberg marcou sua melhor volta com o safety car na pista e, portanto, seria punido. Entretanto, os comissários de prova não tiveram opinião semelhante à do líder do campeonato e absolveram o alemão da Williams.

Desta forma, o resultado da corrida deste domingo está mantido, com Rosberg ocupando a quinta colocação, com Nick Heidfeld em sexto, Rubens Barrichello em sétimo e Button fechando a lista de pilotos que somaram pontos.A vitória ficou com Sebastian Vettel, da Red Bull.

Segundo a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), a telemetria do carro de Nico mostra que uma mensagem de “pouco combustível” no display atrapalhou a visão do piloto sobre o que estava acontecendo. Porém, quando Rosberg, tomou consciência da siituação, agiu da maneira correta.

O próprio piloto tratou de se defender. “Posso dizer, com certeza, que não levei vantagem. Eu estava dentro das regras. Fiz o que tinha que fazer”, garantiu o representante da Williams, ainda antes de ser julgado.

Fonte: Gazeta esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *