F1: Cosworth confirma fim de parceria com a Lotus

A Cosworth finalmente confirmou a rescisão do acordo de fornecimento de motor para a equipe Lotus. Depois de anunciar o fim da parceria um dia após o GP da Itália, em 13 de setembro, a empresa inglesa afirmou em nota oficial que o contrato com os malaios terminará à meia noite do dia 30 de novembro.

“A decisão de terminar a parceria mais cedo foi do time, que quer resolver problemas de confiabilidade e performance não relacionados ao motor Cosworth”, ressaltou. “Lotus Racing e Cosworth acordaram termos satisfatórios para ambas as partes para garantir o fim do contrato”.
“A Cosworth deseja sucesso a Lotus Racing no futuro e continuará a fornecer motores à Williams, Virgin e Hispania, assim, apoiando 25% dos times da Fórmula 1”, continuou.
Dessa forma, a equipe do finlandês Heikki Kovalainen e do italiano Jarno Trulli fica livre para assinar um novo acordo com a Renault, retomando uma parceria de sucesso nos anos 1980. Entre 1985 e 1986, a Lotus, com propulsores franceses, venceu cinco provas, sendo quatro com o brasileiro Ayrton Senna, incluindo a primeira da carreira do tricampeão, em Estoril, e uma com Elio de Angelis, em San Marino.
Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *