F1: Diretor da Mercedes, Toto Wolff decide vender ações da Williams

No início deste ano, Toto Wolff deixou a Williams para tornar-se diretor-executivo da Mercedes. Em um primeiro momento, o dirigente decidiu manter os 16% de participação no time de Grove. Quase três meses depois, porém, o austríaco mudou sua posição e revela a intenção de desfazer-se das ações.

“Ainda que operacionalmente isso não seja um conflito de interesses, como agora sou diretor aqui (Mercedes) e não estou mais lá (Williams), isso pode não ser visto com bons olhos”, argumenta.

Wolff tornou-se acionista da Williams em 2009. Demonstrando gratidão e elogiando a antiga casa, o dirigente garante que irá vender a sua participação na equipe britânica para alguém que demonstre interesse em seu futuro.

“Devo isso a Frank Williams e à toda equipe. Devo ter cuidado e responsabilidade. Não posso apenas chegar e dizer ‘Quem quer comprar essas ações?’. Tenho que encontrar alguém responsável o suficiente e que entenda como a equipe funciona na Fórmula 1. Espero que seja um patrocinador, mas não é tão fácil encontrar um comprador”, diz.

O dirigente garante que não há pressão de ambos os lados para que a venda seja fechada em breve. “A certa altura eu terei que encontrar alguém, mas isso não significa que eu esteja sob pressão. O que ficou combinado com a Mercedes é que não há um prazo determinado para que eu venda as ações”, conclui.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *