F1: Dono da Red Bull ameaça tirar quatro carros do grid em 2010

Cada vez mais equipes se declaram abertamente contra o regulamento planejado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para a próxima temporada. O austríaco Dietrich Mateschitz, dono dos times Red Bull e Toro Rosso na Fórmula 1, engrossou o motim.

“Se as regras propostas para 2010 não mudarem, não entraremos na Fórmula 1 na próxima temporada”, declarou o proprietário das equipes em entrevista ao Salzburger Nachrichten. Desta forma, as duas equipes se alinham à Toyota e à BMW, que fizeram a mesma ameaça.

O limite orçamentário planejado por Max Mosley e Bernie Ecclestone para 2010 é o principal motivo de insatisfação das equipes. O regulamento idealizado pelos dirigentes concede mais liberdade no desenvolvimento do carro aos times que respeitarem o limite de £ 40 milhões por temporada.

Caso o regulamento seja mantido, Dietrich Mateschitz acredita que não será único a se retirar. “Possivelmente, duas ou três equipes entrem no campeonato. Essas condições fazem com que seja impossível assinar, mas espero que haja alguma reunião antes da data limite”, disse.

Neste momento, o austríaco estaria disposto a encerrar as atividades de uma de suas duas equipes independente do regulamento da próxima temporada. No Grande Prêmio de Barcelona, Mateschitz lamentou a saída de Sebastien Buemi e Sebastien Bourdais, mas festejou o terceira lugar de Mark Webber e a quarta colocação de Sebastian Vettel.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *