F1: Ferrari se explica a Massa: ‘Não entrou gasolina no tanque’

Dos males o menor. Se muitos imaginavam que um erro de cálculo havia aproximado Felipe Massa de uma ‘pane seca’ durante o Grande Prêmio da Espanha, a Ferrari garantiu que o drama vivido pelo brasileiro, na verdade, teve relação com um problema na bomba de reabastecimento.

Quarto colocado até as últimas voltas da corrida em Barcelona, Massa se viu obrigado a diminuir a velocidade e a ceder posições para Sebastian Vettel e Fernando Alonso quando foi informado via rádio por seu engenheiro que o combustível presente em seu carro não era suficiente para cruzar a linha de chegada.

Nesta segunda-feira, foi o dia para Stefano Domenicali, chefe de equipe dos italianos, explicar o ocorrido. “Infelizmente tivemos um problema e o vimos no último pit stop. Alguma parte do combustível não entrou no tanque. Não sabemos o que realmente aconteceu, se tem relação com o próprio tanque”, afirmou o dirigente, garantindo que isso não aumentou a lista de trapalhadas da Ferrari no ano.

Mesmo com a alegação de Domenicali, ele não pode negar que seus comandados voltaram a falhar no circuito espanhol, onde um erro de cálculo deixou Kimi Raikkonen de fora do Q2 do treino classificatório – uma situação parecida já fora vivida por Massa na Malásia. Coisas assim, segundo o italiano, são ‘inaceitáveis’ em Maranello.

“Há muita dor, e eu seria desonesto se dissesse que não. É importante, de novo, assegurarmos que as pessoas que têm responsabilidades em todas as áreas façam o melhor trabalho possível. Estou aqui para mantê-las pressionadas, e é claro que a nossa meta é voltar ao nível antigo o quanto antes”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *