F1: Em Jerez, Lucas se concentra em 2010

Há dois dias testando com a Renault, piloto brasileiro trabalha nas configurações para a próxima temporada.

A Renault tem feito bastante uso da experiência de Lucas Di Grassi (Clear/Eurobike/Schioppa), nos dois últimos dias de testes que a Fórmula 1 realizou com jovens pilotos no circuito de Jerez de La Frontera, na Espanha. Mesmo nunca tendo disputado uma corrida na categoria máxima do automobilismo, o brasileiro acumula uma alta quilometragem em testes – já que cumpre o papel na equipe desde 2006 – e concentrou seu trabalho nas configurações do carro com o regulamento da próxima temporada.

Em 2010 o reabastecimento será proibido, obrigando os carros a comportarem um tanque maior e a andarem mais pesados por causa da quantidade de gasolina. “Ontem e hoje trabalhamos no carro da próxima temporada, então basicamente nos focamos no controle de consumo de combustível, na preocupação com um carro que será muito pesado em 2010. Então andei nestas condições sem procurar performance em voltas rápidas”, explicou Di Grassi, que completou esta semana 177 voltas – 123 somente hoje, totalizando 800 quilômetros de testes.

O brasileiro foi o que mais voltas completou nesta quinta-feira (3) em Jerez e afirmou que a Bridgestone disponibilizou os cinco tipos de pneu (super macio, macio, médio, duro e super duro) às equipes nestes três dias de testes, dificultando uma avaliação do resultado de cada piloto. “As equipes podem escolher qual pneu usar, então é difícil encontrar uma referência”, afirmou Di Grassi, que utilizou-se sempre dos compostos duros por causa da maior durabilidade, especialmente andando na maior parte do tempo com o tanque cheio – portanto, com o carro mais pesado.

“Foi um dia bem longo. Choveu um pouco pela manhã, mas o sol voltou à tarde. Trabalhamos muito no desenvolvimento para o ano que vem, porque o carro será pesado e precisará consumir menos combustível sem perder potência. A Renault ficou bastante satisfeita com o dia de hoje”, afirmou.

Pela primeira vez guiando o R29 – e, portanto, um carro de F1 equipado com pneus slick -, Lucas tem tido dias produtivos com a Renault. “Para mim está sendo importante andar pela primeira vez com pneus slick”, disse. “Estou tendo dias bem produtivos, conseguindo tempos de volta bem próximos dos que a Renault fez no início do ano testando aqui em Jerez”, comemorou.

“No geral, os testes foram bem sucedidos. Estou feliz em contribuir com a evolução do carro, e vejo que a equipe tem a mesma opinião”, disse Di Grassi, que é patrocinado por Clear, Eurobike e Schioppa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *