F1: Em Silverstone, Lucas celebra primeiro dia positivo: “Carro melhorou bastante”

Com o maior pacote de alterações até agora na temporada, Virgin cumpre programa da sexta-feira (9) no remodelado circuito inglês.

Os carros da Red Bull foram os mais rápidos desta sexta-feira (9) em Silverstone, na Inglaterra, palco da décima etapa do Mundial de Fórmula 1. Mas enquanto Sebastian Vettel e Mark Webber marcavam o melhor tempo no primeiro e segundo treinos livres, respectivamente, a Virgin Racing também demonstrava satisfação com os progressos trazidos para o repaginado e tradicional autódromo britânico.

Com novo assoalho e novas asas traseira e dianteira no VR-01, o brasileiro Lucas Di Grassi (Clear, Sorocred, Locaweb, Eurobike, Schioppa) já pôde sentir os efeitos das mudanças na prática – confirmando os dados obtidos nos simuladores – e espera ao menos repetir o ótimo desempenho apresentado há duas semanas no GP da Europa em Valência, quando terminou a corrida como o melhor piloto das equipes estreantes.

“Foi um dia muito positivo e encorajador. O carro melhorou bastante, e com certeza, estamos mais perto da Lotus”, disse o estreante de 25 anos, que na segunda sessão do dia ficou com a 20ª marca, à frente do companheiro de equipe, Timo Glock. “Vamos estar em uma posição melhor amanhã na briga com a Lotus. Vou tentar o melhor amanhã”, afirmou o paulistano, que apesar de um início de programação promissor, não se empolgou com o novo traçado de Silverstone.

“O layout novo é bastante ondulado. Por outro lado, é mais técnico. Mas se o objetivo era conseguir mais ultrapassagens com isso, então eles erraram. Apesar de maior, o circuito ficou com ainda menos pontos de ultrapassagem”, concluiu.

A Rede Globo transmite, neste sábado (10) o treino classificatório para o GP da Grã-Bretanha, a partir das 9 horas (de Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *