F1: Equipe de Senna muda de nome e apresenta carro na quinta, diz jornal

De acordo com o jornal espanhol As, a Campos Meta, equipe de Bruno Senna, mudou de nome e a partir de agora será chamada de Hispania. O time, inclusive, apresentaria também seus dois carros, construídos pela italiana Dallara e equipados com motor Cosworth.

Além disso, a primeira escuderia espanhola da Fórmula 1 teria fechado contrato com o piloto indiano Karun Chandohk para ser companheiro do brasileiro. Ainda segundo o As, o anúncio oficial deve ser feito pelo dono da equipe, o empresário espanhol José Ramón Carabante, nesta quinta-feira em uma coletiva em Murcia, na Espanha.
O anúncio de Chandohk, que foi companheiro de Senna também na GP2, encerraria as especulações em torno da contratação do segundo piloto do time. O argentino José Maria “Pechito” López e o venezuelano Pastor Maldonado eram os outros candidatos para a vaga.
José Maria López tinha assinado com a USF1, mas a equipe norte-americana não deve participar do Mundial deste ano. Segundo a emissora Speed, dos EUA, a USF1 teria feito um pedido formal para a FIA para que sua entrada na Fórmula 1 fosse adiada para a próxima temporada. No entanto, ainda não houve um pronunciamento oficial sobre o assunto.
López como reserva
Apesar de não conseguir a vaga de titular, o argentino acerta os detalhes para ser o reserva de Senna e Chandohk na nova Hispania. Em entrevista à rádio argentina Cadena 3, um de seus empresários, Victor Russo, disse que “existem muitas chances de Pechito ser reserva na Campos”.
Os empresários de López tentam anular o contrato com a USF1, para receber de volta o dinheiro pago pela vaga que não se concretizou. Parte da verba, inclusive, veio do próprio governo argentino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *