F1: Equipes discutem revisão nos prêmios

Segundo informa o site da revista Autosport nesta sexta-feira, as equipes da Fórmula 1 estão dispostas a rever e iniciar um movimento para ajudar na sobrevivência dos times menores.

A Associação dos Times da Fórmula 1 (Fota) vai discutir novas formas de aumentar a receita. Entre elas, está a distribuição igualitária dos recursos. Atualmente, a Formula 1 Management (FOM), entidade que regulamenta a categoria, divide um prêmio de US$ 500 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão) de acordo com a posição final dos times no Mundial de Construtores.


A Autosport diz que Bernie Ecclestone, chefe da F-1, está disposto a adotar o método de distribuição igual do dinheiro aos times. Para a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e FOM, contudo, pouco muda. O problema é convencer as equipes da ponta.


Gigantes como Ferrari e McLaren poderiam barra a proposta, mas a Fota acredita que não enfrentará resistência, pois para uma proposta ser acatada dentro da categoria, precisa de sete votos das equipes participantes – atualmente são nove competindo. Quatro times são favoráveis, o que já é suficiente para, ao menos, fazer barulho e influenciar dirigentes.


A divisão por igual dos prêmios da F-1 entre as equipes aumentaria a condição de igualdade e a competitividade. “O problema de Ferrari e McLaren ganharem a mais, é que eles podem gastar, gastar, comprar os melhores profissionais, montar os melhores carros, tudo, enquanto os times pequenos nunca têm chances”, assegurou Frank Williams.


“Se continuarem permitindo que as gigantes gastem o que elas gastam, nunca teremos a segunda metade do campeonato para competir. Sempre seremos esmagados”, concluiu o presidente da Williams.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *