F1: Felipe Massa pede mudanças no safety car

O piloto Felipe Massa, da Ferrari, voltou a pedir que as regras do safety car sejam alteradas rapidamente. No Grande Prêmio de Cingapura, em que o brasileiro havia feito a pole position, o espanhol Fernando Alonso se aproveitou da entrada do carro de segurança na pista e venceu a prova, depois de largar na 15ª posição.

Na etapa, Massa se prejudicou especialmente por ter deixado os boxes com a mangueira de reabastecimento ainda conectada a seu carro. Ele acelerou após ver a luz verde e saiu arrastando o equipamento, sendo punido pela organização da prova.


“Eu sei que erramos, mas o sistema atual, como você pode ver pelo resultado final da prova de domingo, significa que o safety car pode promover alguém do meio do grid à liderança, não por causa de uma estratégia inteligente mas simplesmente pela sorte”, afirmou o piloto, em entrevista ao site da revista Autosport.


“Essa prova em especial destacou o fato de que as regras do safety car ainda precisam ser olhadas com muito cuidado, porque a idéia da Fórmula 1 é de que a corrida deve ser vencida pela melhor combinação entre o piloto e o carro no dia”, argumentou.


Depois do GP de Cingapura, em que terminou em 13º lugar, Massa não pontuou e viu o britânico Lewis Hamilton, da McLaren, abrir sete pontos na disputa pelo Mundial de Pilotos da temporada.


O brasileiro lembrou, no entanto, que a diferença de Hamilton “pode ser muito ou pode ser pouco”. Para ele, do mesmo modo que o britânico aumentou de repente em seis pontos a distância em Cingapura, ele também pode reverter em uma outra prova.


“O mais importante a se considerar é que nós temos um carro muito bom. Sem isso, minhas possibilidades seriam muito menores. Nós (Kimi Raikkonen e eu) temos dois bons carros e podemos terminar à frente dos rivais”, concluiu.


Fonte:  Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *