F1: Escuderias defendem o uso do sistema KERS

Durante a pré-temporada deste ano, algumas equipes apostaram suas fichas no KERS, um sistema de recuperação de energia, que supostamente melhoraria o desempenho dos carros em 2009. Entretanto, a performance de Ferrari, McLaren, Renault e BMW, que aderiram a nova estratégia, não é tão boa neste início de temporada. Entretanto, as escuderias garantem ainda acreditam nas vantagens do KERS.

“Nossos problemas são outros, não o KERS. Não vamos atirar pedras contra nosso próprio telhado. Precisamos melhorar os outros aspectos do carro, para que possamos alcançar o nível que queremos, mas o KERS não prejudica”, afirmou Pedro de la Rosa, terceiro piloto da McLaren, ao jornal Marca.

Um engenheiro da Renault também revelou ao diário espanhol que o sistema ainda é muito bem visto pela equipe. “O KERS é sempre uma vantagem. Os problemas que temos podem ser solucionados com melhorias nos veículos. Estou muito seguro que, se a Brawn e a Red Bull pudessem instalar esse sistema, o colocariam hoje mesmo. Não é verdade que a distribuição de peso para colocar o sistema enfraquece o carro, como as pessoas creem”, afirmou.

Porém, na classificação geral do campeonato até agora, essa vantagem não é reproduzida. A Ferrari ocupa a lanterna, sem nenhum ponto, enquanto a McLaren é a oitava, com apenas um ponto, e a Renault ocupa a quarta colocação, com quatro pontos. A melhor colocada da ‘turma do KERS’ é a BMW, na terceira colocação com quatro pontos.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *