F1: Exames apontam concussão, mas descartam lesões sérias em Pérez

O mexicano Sergio Pérez não sofreu lesões graves no acidente em que se envolveu no treino classificatório para o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, neste sábado. O piloto da Sauber foi submetido a exames, que detectaram apenas uma concussão e uma contusão na coxa.

A informação foi divulgada pela Sauber em um comunicado oficial. A equipe no entanto, não pronunciou-se sobre a participação do mexicano de 21 anos no GP de Mônaco neste domingo.

“É com grande alívio que a Sauber recebeu as notícias de que Sergio Pérez não sofreu lesões sérias após seu grave acidente nos últimos minutos do treino classificatório para o Grande Prêmio de Mônaco”, diz o comunicado emitido pela equipe.

Faltando 2min26s para o fim do treino, Pérez perdeu o controle de seu carro na saída do túnel e bateu no guard-rail. O carro seguiu desgovernado até colidir com força na barreira de pneus localizada após a chicane. O mexicano foi retirado do carro pelos comissários de prova e levado de ambulância para o hospital. O piloto já estava consciente quando deixou o circuito monegasco e sentia dores na perna.

“Os médicos disseram que Pérez teve uma concussão e uma contusão na coxa, mas nenhum osso quebrado e, após um exame, não acharam outras lesões”, afirmou o time.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *