F1: Felipe “É difícil dizer se é melhor esperar a chuva ou sol”

Abatido com o fato de ter que ficar na 21ª colocação do grid de largada para o GP da Malásia, Felipe Massa reconheceu que sua corrida será difícil, independente das condições climáticas deste domingo.

“É difícil dizer se é melhor esperar a chuva ou sol: talvez com chuva possa haver mais possibilidade de as posições se transformarem, mas é igualmente verdade que há mais chances de terminar a corrida com sol”, comentou o piloto, ciente das confusões que o asfalto molhado costuma trazer, especialmente em Sepang.

Felipe voltou a dizer que o problema foi um erro na previsão do tempo feita pela Ferrari – a expectativa do time era que a chuva diminuísse no final do Q1 e, por isso, eles demoraram a sair. Como o tempo não mudou, o brasileiro e Fernando Alonso se deram mal.

“Estamos muito tristes com o que aconteceu. Esperamos um pouco antes de sair, mas havia mais água do que o previsto na pista. Cometemos um erro e fomos pegos pela previsão do tempo”, afirmou o piloto.

Massa mira o top 10 na disputa em Kuala Lumpur. “Agora temos de fazer nosso melhor para a corrida de amanhã. Vai ser duro, como sempre que você começa na parte de trás do grid, mas teremos que tentar marcar pelo menos alguns pontos”, destacou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *