F1: Ferrari não desiste e planeja 3º carro para Schumacher em 2010

Os problemas no pescoço cancelaram o retorno de Michael Schumacher à Fórmula 1, mas segundo Luca di Montezemolo o comunicado divulgado pelo alemão na terça-feira pode representar, na verdade, somente um ‘até logo’ às pistas. Ainda esperançoso em ver o piloto novamente vestindo vermelho, o presidente da Ferrari voltou a falar em um terceiro carro para que o heptacampeão mundial possa correr em 2010.

Embora um acordo com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) tenha sido construído para manter a Fórmula 1 no próximo ano, quando 13 escuderias devem estar no grid, Di Montezemolo segue com a ideia de que um terceiro veículo para cada time tornaria a categoria mais competitiva. “Prefiro três McLaren e três Renault a quatro ou cinco ‘não sei o quê’. Com a saída da BMW, há pouco para dizer e muito para fazer”.

Voltando a falar em uma modalidade mais numerosa, o mandatário, que também é o presidente da Fota (associação de times da F-1), tem interesse em dar tempo até que as pequenas fraturas no pescoço de Schumacher, decorridas de um acidente de moto em fevereiro, sejam solucionadas. “Ele tem 40 anos, mas continua de um outro planeta. Prefiro o astro, mesmo velho, ao jovem medíocre. Se tudo estiver bem, não ficaria triste em confiar uma terceira Ferrari a Schumi”.

Enquanto segue com os planos que já havia revelado antes mesmo da desistência do germânico, Di Montezemolo admite a decepção após a conversa da última segunda, quando o piloto reconheceu que não teria condições de substituir Felipe Massa. “O circo precisava de uma mexida. Ele fará falta, mas era melhor não insistir”.

Fonte: Gazeta Espotiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *