F1: Ferrari poderia usar ‘brecha’ para anular GP de Cingapura e dar título a Massa

Uma lacuna no texto do Código Internacional da FIA pode dar a Felipe Massa e à Ferrari o direito de pedir a anulação do GP de Cingapura do ano passado, fazendo com que o brasileiro seja declarado campeão mundial de 2008 com cinco pontos de vantagem para Lewis Hamilton.

Naquela corrida, Fernando Alonso venceu graças à batida intencional de seu companheiro de Renault Nelsinho Piquet. O brasileiro denunciou a equipe neste ano, fazendo com que o Conselho Mundial da Fia se reunisse para punir a escuderia e banir o então chefe do time, Flavio Briatore.

A bandeira amarela provocada pela batida de Nelsinho fez com que Felipe Massa parasse nos boxes, na ocasião em que a mangueira de abastecimento ficou presa em seu carro, fazendo com que ele perdesse posições quando liderava a prova.

Mesmo com as evidências de que a ocasião foi armada, o presidente da FIA, Max Mosley, já declarou que não é mais possível pedir a anulação da corrida ou mudar o resultado, pois, de acordo com o artigo 179b do Código Esportivo Internacional, isso só poderia ser feito até o dia 30 de novembro do ano em questão.

Mas, caso um advogado analise com mais cuidado o texto do regulamento, pode virar a situação a favor de Ferrari e de Massa. Como já informou o Tazio e a imprensa europeia neste sábado, o artigo 179b deixa claro que o surgimento de uma nova evidência pode fazer com que o Conselho Mundial altere resultado da corrida, e só cita o prazo de 30 de novembro no caso de uma apelação contra essa nova decisão.

“Se, em eventos que fazem parte da FIA, um novo elemento é descoberto, ainda que os comissários da corrida não tenham tomado nenhuma decisão, estes comissários ou outros designados pela FIA deverão se reunir em uma data combinada entre si, convocando as partes interessadas para ouvir todas as explicações pertinentes e julgar à luz do fatos e elementos trazidos diante deles”, diz o artigo 179b do Código.

Em um primeiro momento, isso já foi feito na audiência do Conselho Mundial que puniu Flavio Briatore. Caso a FIA julgue necessário, ou a Ferrari entre com uma solicitação, outra reunião pode ser feita a fim de anular o resultado da corrida de Cingapura, o que daria o título de 2008 para Felipe Massa, já que Hamilton foi o terceiro colocado naquele GP, enquanto o brasileiro ficou em 13º.

A Ferrari ainda não se manifestou sobre o assunto, e nem a equipe nem o piloto declararam algo sobre a possibilidade de buscar o título de 2008 no “tapetão”.

Fonte: UOL Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *