F1: Ferrari surpreende e domina segunda sessão

Convivendo com a ameaça de uma forte chuva que acabou não vindo, os pilotos da Fórmula 1 voltaram à pista para a segunda sessão de treinos livres do GP da Malásia, programado para o próximo domingo. E a Ferrari mostrou que é bom os rivais ficarem atentos, ocupando as duas primeiras posições da sexta-feira.

Apesar de problemas no carro, supostamente originários no KERS, o finlandês Kimi Raikkonen deixou para trás a imagem deixada na primeira sessão, quando seu bólido foi envolvido por uma nuvem de fumaça. O brasileiro Felipe Massa, por sua vez, conseguiu a segunda posição, comprovando a eficiência da tecnologia do KERS em uma pista com duas grandes retas.

Em terceiro lugar apareceu o alemão Sebastian Vettel, que foi seguido por Nico Rosberg e Mark Webber. Sensação da temporada, a Brawn GP teve uma participação discreta desta vez, com Rubens Barrichello e Jenson Button respectivamente na sexta e sétima colocação. Destaque ainda para Nelsinho Piquet, décimo, cinco posições à frente do bicampeão mundial Fernando Alonso.

Além do fraco rendimento do espanhol da Renault, outra decepção do dia ficou por conta da BMW Sauber. Visivelmente lentos, o polonês Robert Kubica e o alemão Nick Heidfeld figuraram no fim da lista de tempos.

Ao contrário do visto na primeira sessão, todos os pilotos procuraram tirar seus carros dos boxes logo nos primeiros minutos da segunda parte dos trabalhos desta sexta-feira. Competidor mais rápido até então, Nico Rosberg foi o primeiro a tentar melhorar a sua performance.

E o que se viu nestes primeiros minutos de teste foi uma grande alternância de posições, gerando situações curiosas, como as Force Indian de Giancarlo Fisichella e Adrian Sutil entre os três primeiros colocados, atrás apenas de Kazuki Nakajima, da Williams.

Mesmo com o carro saindo muito de frente, Lewis Hamilton foi um dos líderes neste início de sessão, mas não demorou nem três minutos para ser superado por seu companheiro de time, Heikki Kovalainen. Os dois, aliás, travaram uma bela disputa interna nesta sexta, com o finlandês saindo vitorioso no final (nono contra 11º lugar).

Líder do Mundial, Jenson Button cravou a melhor volta quando faltava uma hora para o final do treino. Enquanto isso, o outro piloto da Brawn GP, Rubens Barrichello, sofria com pneus duros na pista de Sepang, com o carro se descontrolando em diversas oportunidades.

A sessão seguiu sem grandes acontecimentos até sua meia hora final, momento em que Felipe Massa resolveu dar show. Primeiro, ele pulverizou a marca de Rosberg na primeira sessão, até então a melhor do dia, alcançando exatos 1min36s000. Depois, Massa melhorou ainda mais, chegando a 1min35s832.

Foi então que o veterano Giancarlo Fisichella resolveu roubar a cena, mas de uma maneira negativa: ele destruiu o lado esquerdo de sua Force India ao escapar do traçado na curva 5 e colidir com a barreira de pneus. Pior para o italiano, que no GP da Austrália já havia errado a entrada dos boxes do time em um pit stop, gerando críticas de seu chefe, Vijay Mallya.

Enquanto isso, lá na frente, Kimi resolveu mostrar a Massa que não está morto neste início de campeonato, estabelecendo 1min35s707. Felipe então voltou aos boxes e deu a impressão de que encerraria o seu treino faltando aproximadamente 15 minutos para o final. Entretanto, resolveu voltar à pista para tentar estabelecer o melhor tempo, sem obter sucesso.

O treino classificatório para o GP da Malásia está programado para às 6 horas (horário de Brasília) da madrugada de sábado. Antes, às 3, haverá o terceiro e último treino livre.

Confira o resultado do segundo treino livre para o GP:
1: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min35s707 (40 voltas)
2: Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1min35s832 (38)
3: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min35s954 (40)
4: Nico Rosberg (ALE/Williams) – 1min36s015 (39)
5: Mark Webber (AUS/Red Bull) – 1min36s026 (36)
6: Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) – 1min36s161 (37)
7: Jenson Button (ING/Brawn GP) – 1min36s254 (31)
8: Kazuki Nakajima (JAP/Williams) – 1min36s290 (35)
9: Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) – 1min36s397 (40)
10: Nelsinho Piquet (BRA/Renault) – 1min36s401 (35)
11: Lewis Hamilton (ING/McLaren) – 1min36s515 (30)
12: Jarno Trulli (ITA/Toyota) – 1min36s516 (34)
13: Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso) – 1min36s628 (32)
14: Timo Glock (ALE/Toyota) – 1min36s639 (29)
15: Fernando Alonso (ESP/Renault) – 1min36s640 (20)
16: Adrian Sutil (ALE/Force India) – 1min36s875 (36)
17: Robert Kubica (POL/BMW Sauber) – 1min37s267 (38)
18: Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso) – 1min37s278 (30)
19: Giancarlo Fisichella (ITA/Force India) – 1min37s432 (27)
20: Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber) – 1min37s930 (37)

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *