F1: Willliams abre trabalhos na Malásia na liderança

Surpreendendo a Brawn GP de Jenson Button no final do primeiro treino livre do GP da Malásia, a Williams iniciou os trabalhos no circuito de Sepang na ponta. Com o cronometro já zerado, o alemão Nico Rosberg completou a sua última volta com 1min36s260, sendo seguido de perto por Kazuki Nakajima, que fechou sua passagem final logo na sequência.

Até então, a liderança pertencia ao inglês Jenson Button, vencedor do GP da Austrália, prova que abriu o Mundial 2009 da Fórmula 1 no último domingo. O piloto da Brawn GP, no entanto, teve que se conformar com a terceira colocação, ainda assim à frente do seu companheiro de equipe, Rubens Barrichello, que foi o quarto colocado.

A Ferrari, por sua vez, deu mostras de que irá renascer no Sudeste Asiático, após um péssimo início de campeonato. O time de Maranello colcou Felipe Massa na quinta posição e Kimi Raikkonen, que levou um susto no final da sessão, em sexto. Atual campeão, Lewis Hamilton ficou em sétimo, ao passo que seu companheiro de time, Heikki Kovalainen, passou boa parte do tempo nos boxes, com problemas, e foi o último.

Péssimo começo tambpem teve a Renault: com o carro claramente instável, Nelsinho Piquet foi apenas o 14º colocado, além de sofrer com um estouro de pneu que quase o fez bater forte no final da sessão. Seu companheiro de time, Fernando Alonso, foi ainda mais lento, ficando com o 16º lugar.

Conforme é de praxe na Fórmula 1, a primeira meia hora de pista aberta foi de pouco movimento e muita conversa nos boxes. Exceto pelos pilotos da Ferrari, que nem saíram do pit lane, nos primeiros 20 minutos os competidores fizeram apenas uma volta de instalação.

Com 1min42s194 obtidos às 23h24 (horário de Brasília), o finlandês Kimi Raikkonen aproveitou a pista livre para ser o primeiro a completar uma volta. O japonês Kazuki Nakajima, da Williams, logo repetiu o rival e também foi relembrar os “segredos” da pista malaia, marcada por duas grandes retas e excessivo calor.

Faltando uma hora para o término dos trabalhos, Lewis Hamilton foi outro a iniciar a suas voltas rápidas. Na sequência, Nico Rosberg, Felipe Massa, Jarno Trulli e Timo Glock fizeram o mesmo. Com os pneus desaquecidos, o italiano da Toyota, que nesta quinta retomou o terceiro lugar no GP da Austrália, rodou, mas sem maiores consequências.

Apesar de alto, o tempo obtido por Kimi Raikkonen em sua liderança provisória (1min37s343) demorou a cair, sendo primeiro superado justamente pela outra Ferrari, a de Felipe Massa (1min37s343). Porém, o brasileiro não se manteve na primeira posição nem por um minuto, já que Nico Rosberg estabeleceu 1min37s265.

A despeito de não possuírem KERS, tecnologia introduzida na Fórmula 1 este ano e que aproveita a energia da freada para dar potência ao motor, os carros da Brawn GP mostraram-se competitivos em Sepang, com Rubinho também figurando na ponta por alguns minutos. A partir daí, começou um revezamento de pilotos entre os primeiros, com as Red Bull também alcançando marcas significativas.

Ainda assim, Rosberg manteve-se na frente até a fase final do treino, faltando meia hora para o fim, quando Jenson Button tomou o primeiro lugar, com Massa em segundo e Hamilton em terceiro – o inglês, no entanto, logo acabou substituído por Raikkonen. O campeão de 2007, por sua vez, perdeu a posição para Barrichello a cinco minutos do final.

A fase final do treino foi marcada por dois incidentes: primeiro, o painel do carro de Raikkonen começou, do nada, a emitir uma grande quantidade de fumaça branca, com o piloto rapidamente indo aos boxes e pulando do carro. Segundos depois, o pneu dianteiro direito de Nelsinho Piquet estourou, jogando o brasileiro para a caixa de brita. O filho de Nelson Piquet, no entanto, não se machucou.

E as emoções não parara por aí: nos últimos segundos Button melhorou ainda mais seu tempo, dando a impressão que já começaria a sexta-feira dominando os rivais. Porém, a Williams voltou a supreender e manteve a marca de ter liderado todos os treinos livres realizados em 2009. Um novo desafio para a equipe inglesa será iniciado ainda nesta madrugada, com a realização da segunda sessão em Sepang a partir da 3 horas da manhã.

Confira o resultado do primeiro treino livre para o GP da Malásia:
1: Nico Rosberg (ALE/Williams) – 1min36s260 (27 voltas)
2: Kazuki Nakajima (JAP/Williams) – 1min36s305 (25)
3: Jenson Button (ING/Brawn GP) – 1min36s430 (20)
4: Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) – 1min36s487 (22)
5: Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1min36s561 (21)
6: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1min36s646 (18)
7: Lewis Hamilton (ING/McLaren) – 1min36s699 (16)
8: Mark Webber (AUS/Red Bull) – 1min36s703 (23)
9: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min36s747 (25)
10: Timo Glock (ALE/Toyota) – 1min36s980 (27)
11: Jarno Trulli (ITA/Toyota) – 1min36s982 (26)
12: Giancarlo Fisichella (ITA/Force India) – 1min37s025 (20)
13: Robert Kubica (POL/BMW Sauber) – 1min37s039 (18)
14: Nelsinho Piquet (BRA/Renault) – 1min37s199 (20)
15: Adrian Sutil (ALE/Force India) – 1min37s241 (18)
16: Fernando Alonso (ESP/Renault) – 1min37s395 (12)
17: Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso) – 1min37s634 (22)
18: Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber) – 1min37s640 (17)
19: Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso) – 1min38s022 (29)
20: Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) – 1min38s483 (07)

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *