F1: FIA diz que 22 equipes têm interesse em correr na F1 em 2008

Vinte e duas equipes solicitaram inscrição no campeonato de 2008 da Fórmula 1, informou a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), nesta sexta-feira. Atualmente a categoria é disputada por 11 escuderias.

“Todos os interessados foram convidados para uma reunião em Londres no dia 10 de abril de 2006”, disse a FIA em comunicado.

Não foram informados detalhes sobre as equipes interessadas em disputar a Fórmula 1. O empresário responsável pela categoria, Bernie Ecclestone, afirmou que 12 equipes é o limite quando o atual contrato expirar ao final de 2007.

As 11 equipes que disputarão o Grande Prêmio da Austrália deste fim de semana, incluindo Ferrari e Renault, estão entre as escuderias que já solicitaram suas inscrições para 2008.

Entre os outros interessados estão ainda o ex-dono da Minardi, Paul Stoddart e o ex-chefe da BAR, David Richards, proprietário da Prodrive. Craig Pollock, um dos fundadores da BAR que também é empresário do campeão mundial de 1997, Jacques Villeneuve, pode ser outro interessado.

“Ninguém que solicita a inscrição está assumindo um grande compromisso pessoal”, disse Pollock ao site Speedvision, sem confirmar seu interesse.

Algumas montadoras podem estar planejando montar equipes B. A McLaren-Mercedes já anunciou este tipo de interesse, enquanto outras escuderias que competem em séries menores, como a GP2, podem estar interessadas em subir um degrau.

A FIA propôs recentemente novas regras que diminuem os custos de se manter uma equipe de Fórmula 1, com o intuito de diminuir as diferenças entre as equipes menores e as grandes montadoras.

A federação havia informado no início deste mês que o dia 31 de março era a data limite para os pedidos de inscrição e disse que todas as solicitações “serão estudadas pela FIA e aceitas ou rejeitadas em absoluta discrição”.

“A FIA publicará a lista dos carros e pilotos aceitos junto com o número de corridas em 28 de abril de 2006, tendo antes notificado os desclassificados.”

Todos os interessados concordaram em pagar 300 mil euros como taxa de inscrição até o dia 1o. de novembro, caso sejam escolhidas.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *