F1: FIA teria descartado banir mantas térmicas em 2009

A forte pressão exercida pela maioria dos pilotos da Fórmula 1 deu resultado e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) descartou banir o uso de mantas térmicas para a temporada 2009. A informação é da revista britânica Autosport.

Utilizados como aquecedores de pneus, os cobertores não poderiam ser mais usados a partir do ano que vem de acordo com o que era defendido pela FIA. A idéia era proporcionar um maior equilíbrio entre as equipes, uma vez que as chances de um piloto de ponta ser ultrapassado se estivesse retornando dos boxes com os compostos fritos aumentariam bastante.


No entanto, a pressão exercida por nomes como os de Felipe Massa e Michael Schumacher, que alegaram falta de segurança no momento em que os pneus estão desaquecidos, faz agora a entidade recuar. A novidade no regulamento da próxima temporada era dada como certa, sendo que até testes para habituarem os integrantes da Fórmula 1 a correr sem as mantas térmicas já haviam sido realizados.


Segundo publica a Autosport nesta sexta-feira, a Bridgestone, fornecedora oficial de pneus da categoria, ainda garantiu à FIA que não via problemas na aplicação da nova regra, descartando um possível aumento no número de acidentes.


Para Ross Brawn, chefe de equipe da Honda e um dos únicos a se mostrar favorável ao banimento dos cobertores, uma regulagem na pressão dos compostos já asseguraria a segurança. “Com certeza você pode correr sem as mantas, mas estamos particularmente em uma fórmula competitiva e, se você não as usa, precisa ter um mínimo de controle de pressão”, afirmou ele à publicação britânica.


Fonte: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *