F1: Force India confirma suspeitas, mas Lotus nega espionagem

Desde que, em 15 de outubro, a Lotus divulgou as primeiras fotos do carro que está fabricando para competir na Fórmula 1, a Force India tem-se mantido atenta a cada detalhe do equipamento da estreante. A informação, divulgada nesta quarta-feira pela revista alemã Motorsport Aktuell foi confirmada nesta quinta, mas o diretor técnico da equipe malaia, Paul Gascoyne, apressou-se em negar que tenha espionado a rival.

Recentemente, a Lotus publicou fotos de seus protótipos apenas com o túnel de vento já pronto, e este se assemelha bastante ao utilizado pela Force India. Como o próprio Gascoyne trabalhava para os indianos até 2008, a escuderia de Vijay Mallya passou a desconfiar de uma eventual cópia, de acordo com o que fontes ratificaram também à Autosport.

Em entrevista à mesma publicação britânica, Gascoyne, em todo caso, já adiantou que essas suspeitas não têm procedência, embora admita que tenha estudado projetos das futuras rivais. Ele garante que a empresa que produz túneis de ventos para a nova Lotus não é a Aerolab, antiga parceira da época em que ainda defendia a Force India, e sim a Fondtech, também italiana.

“Embora não podemos copiar nada, podemos utilizar nossa expertise – baseamos tudo no que sabemos e nas direções que têm dado certo. Foi isso o que aconteceu”, comentou o britânico, argumentando também que qualquer reclamação do time indiano tem de ser endereçada não à Lotus, e sim à Fondtech.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *