F1: Glock comemora retorno e diz esperar enfrentar Hamilton de novo

O alemão Timo Glock animou-se com o lançamento do novo carro da Toyota para a temporada de 2008. Campeão da GP2 na última temporada, Glock garante estar disposto a não fazer feito em sua reestréia na Fórmula 1, e que pode até mesmo duelar diretamente com Lewis Hamilton no futuro se a Toyota permitir.

Os dois disputaram a categoria-escola em 2006, em temporada que terminou com o inglês campeão e o alemão em quarto. E mesmo com a disparidade recente entre McLaren e Toyota, Glock acredita que poderá dar trabalho aos concorrentes mais fortes, caso seu time consiga evoluir em relação à última temporada.


“O que Lewis fez no ano passado foi definitivamente especial, mas acho que ele tinha o pacote certo para isso. O carro estava no momento certo e a equipe estava lá para fazer um bom trabalho. Por isso, ele também fez um bom trabalho”, disse Glock aos repórteres, antecipando que não pretende disputar posições diretamente com Hamilton já em 2008.


“Para mim, será difícil fazer o que ele fez. Precisamos ser realistas: definitivamente, não tenho possibilidade de lutar pelo título neste ano. Seria bom se pudéssemos correr como fizemos na Turquia em 2006 (na GP2). Quando pudermos, talvez tenhamos uma chance de brigar pelo campeonato também, porque então o carro será bom para encararmos Lewis e a McLaren”, afirmou.


Curiosamente, na ocasião citada pelo novo contratado da Toyota, nenhum dos dois venceu a corrida: Nelsinho Piquet faturou a Feature Race do sábado, enquanto o austríaco Andreas Zuber levou a melhor na Sprint Race do domingo.


O alemão comemorou ainda a volta por cima à Fórmula 1, já que correu pela extinta Jordan em 2004 e esteve pouco cotado para retornar nas temporadas seguintes. Em suas chances anteriores, Glock disputou quatro corridas e somou dois pontos, resultado de um sétimo lugar.


“Quando você sai da Fórmula 1, não há muita gente que acha o caminho de volta”, disse. “Acho que os últimos anos foram bem difíceis para que eu atingisse meu objetivo de disputar a Fórmula 1. Estive na Fórmula Indy (em 2005), tive uma temporada ruim na GP2 em 2006 e todos disseram ‘é isso, Timo Glock não voltará à Fórmula 1’. Mas fizemos o caminho de volta”, completou.



Fonte: Gazeta Esporitva.Net


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *