F1: Hamilton destaca função de comissários, os ‘juízes’ da Fórmula 1

Uma das iniciativas tomadas para a temporada 2010 da Fórmula 1 foi a criação do cargo de comissários esportivos das corridas, formados, majoritariamente, de pilotos ou ex-pilotos. Eles são convidados para auxiliar nas decisões de fatos polêmicos durante as corridas. Ao contrário de algumas outras pessoas vinculadas à categoria, o piloto da McLaren Lewis Hamilton elogiou o trabalho realizado até agora.

Conhecido por manobras perigosas nas ultrapassagens, Hamilton relatou que muito do sucesso do campeonato até agora é da responsabilidade dos comissários – que desencadearam algumas manifestações de protesto por parte de algumas escuderias nas corridas passadas.
“Estão fazendo um trabalho fantástico e vêm contribuindo para que a competição seja tão grande como está no momento. Creio que este ano tudo está sendo muito mais justo e, sem dúvida, mais coerente”, analisou o atual quarto colocado do Mundial de pilotos, com 49 pontos.
No primeiro Grande Prêmio do ano, em Bahrein, a função foi exercida por Alain Prost; na Austrália, por Tom Kristensen; na Malásia, por Jhonny Hebert; e no GP da China, o escolhido foi o austríaco Alexander Wurz.
De acordo com o presidente da FIA, Jean Todt, além de ajudar na análise, a presença de antigos pilotos tem a intenção de dar maior credibilidade à categoria.
Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *