F1: Hamilton ‘tomei injeção para poder correr’

O britânico Lewis Hamilton, da McLaren, admitiu que quase se ausentou do Grande Prêmio da Europa, realizado em Valência, no domingo. O piloto da Fórmula 1 disse que enfrentou “problemas de saúde” no fim de semana e chegou a tomar uma injeção no pescoço para poder participar da corrida.

“Isso quase me tirou da corrida. Estive tão mal fisicamente que tinha dificuldade para ficar em pé e tomei injeções cheias de analgésicos no pescoço”, disse ao site F1-Live. Hamilton disse que, além de uma gripe e febre, acordou no sábado com espasmos e um torcicolo após ter dormido em “uma posição estranha”.


O britânico terminou a corrida na segunda posição, atrás de Felipe Massa. Mesmo sem a vitória, Hamilton permanece no na liderança do campeonato com 70 pontos, seguido pelo brasileiro da Ferrari com 64 pontos.


Mesmo sem estar completamente recuperado, o piloto da McLaren garantiu que estará presente no GP da Bélgica, que acontece no dia 7 de setembro no circuito de Spa-Francorchamps. “Tive um fim de semana miserável”, completou.


Fonte:  Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *