F1: Honda apresenta o RA107 em Barcelona

A Honda apresentou nesta quinta-feira (25/01), em Barcelona, na Espanha, o RA107, modelo para a temporada 2007. O que mais chamou a apresentação foram as cores provisórias do carro, preta e branca. A equipe perdeu o patrocínio da Lucky Strike, e só apresentará o novo visual no mês que vem.

 


Segundo Nick Fry, chefe da equipe nipônica, o RA107 é o primeiro carro totalmente construído pela Honda em 40 anos.


 


“Nossos objetivos são bem simples para este ano”, disse Fry. “Começarmos competitivos, sermos competitivos no meio da temporada e terminarmos fortes”, completou o dirigente.


 


Visualmente o carro tem linhas mais planas, com o bico do carro com linhas estreitas. As laterais contam com um apêndice aerodinâmico: cones em que as pontas se lançam para a traseira do carro.


 


O brasileiro Rubens Barrichello, que vai para a sua segunda temporada no time, declarou se sente mais entrosado na equipe.


“2006 foi um ano de aprendizado, apesar de estar na F-1 durante muitos anos. Foi difícil, pois tive de pilotar um carro que não me dei muito bem logo de cara e tive de mudar meu estilo de pilotagem. No final, já estava aproveitando bem mais”, explicou o piloto, que está na categoria desde 1993.


 


Ele disse que está feliz e que ficou animado no shakedown feito na pista espanhola na quinta-feira (24/01). “Completamos apenas 40 voltas, pois era o primeiro dia com o carro e você precisa parar sempre e checar tudo, mas foram 40 voltas muito agradáveis”, declarou Barrichello.


 


Jenson Button, declarou que o ambiente na equipe é o melhor possível, e que a confiança adquirida na temporada passada pela equipe, será muito importante.


“Tivemos uma segunda metade de temporada forte no ano passado. Estamos em busca do nosso sonho de vencer o campeonato mundial e acho que temos uma chance real, apesar do trabalho que ainda deve ser feito até a Austrália”, afirmou o inglês.


 


Nos testes de ontem o piloto usou o carro de 2006, e está ansioso para testar novo modelo. “Nos testes de hoje, poderei fazer uma comparação direta entre os dois chassis. Voltar a correr é algo que eu estou esperando há algum tempo, até um pouco apreensivo, porque ouvi várias histórias sobre a diferença com relação aos novos pneus. Mas acho que depois de algumas voltas você já se adapta a eles”, opinou.


 


Mas o inglês deu azar no seu primeiro contato com o RA107. Após sair dos boxes, ele parou apenas três curvas depois. O carro foi levado aos boxes para a equipe checar possíveis problemas. Button ficou então testando pequenas seqüências, sem sair dos pits.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *