F1: Investigação aponta que filho de Mosley sofreu overdose

Filho de Max Mosley, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Alexander Mosley morreu por conta de overdose, apontam as investigações da polícia inglesa.

Dono de um restaurante, Alexander foi encontrado morto em sua casa em Notting Hill ( Londres) no último dia 5 de maio pela empregada doméstica. “Ele usou drogas pesadas por muitos anos”, aponta o inquérito do caso.

Os investigadores descobriram que o filho de Mosley passou a utilizar substâncias ilícitas com o argumento de se livrar da timidez, mas, já em 1994, admitiu aos seus pais que estava consumindo heroína.

Testes na urina de Alexander acusaram a presença de cocaína, cetamina, ecstasy, heroína e morfina. “O corpo dele foi achado sentado na mesa do computador e em volta havia cachimbos de crack, seringas, agulhas, pós e outras coisas utilizadas por usuários de drogas. É uma tragédia para um homem que tinha muito potencial”, destacou o médico legista Paul Knapman.

Alexander Mosley tinha 39 anos.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *