F1: Kimi Raikkonen desmente conversas com Mercedes GP

Cotado para pilotar pela Mercedes GP na próxima temporada, o finlandês Kimi Raikkonen desmentiu qualquer negociação com a sucessora da Brawn GP. Na última quarta-feira, o canal Sportv chegou a noticiar a contração do ex-piloto da Ferrari pela equipe recentemente adquirida pela montadora alemã.

“Não, não tive conversas com a Brawn. Eu acho que eles vão correr com dois pilotos alemães em 2010 agora que a Mercedes está envolvida”, disse Raikkonen ao site oficial da Fórmula 1. Nico Rosberg, ex-Williams, e Nick Heidfeld, que disputou o último Mundial pela extinta BMW, são apontados como possíveis pilotos da equipe.

A posição de Kimi Raikkonen é diferente da postura de Steve Robertson, seu próprio agente. Em entrevista ao site Autosport, o representante do piloto finlandês admitiu a possibilidade de fechar com a Mercedes GP conforme as condições oferecidas pela equipe.

Raikkonen, no entanto, se mostra convicto. “Eu não cheguei a um acordo com a McLaren e então decidi tirar um ano sabático”, reiterou o piloto. Campeão mundial com a Ferrari na temporada de 2007, ele fala sem empolgação sobre a possibilidade de retornar à Fórmula 1 dentro de dois anos.

“Para ser honesto, só vou voltar em 2011 se tiver um carro competitivo. Não quero correr apenas para fazer números. Isso não me interessa. Mas ainda tem muito tempo até lá, então vamos esperar e ver o que acontece nos próximos meses”, declarou o piloto finlandês.

Após nove anos, ele se despede satisfeito da categoria. “Realizei meu sonho de vencer o Mundial. Gostaria de ganhar outro campeonato, mas só posso fazer isso se tiver um carro competitivo. Aproveitei meu tempo na F-1 e ainda tenho ambições. Nas circunstâncias certas, posso retornar. A porta está aberta. Veremos o que o futuro nos traz”, afirmou.

Caso realmente não chegue a um acordo para permanecer na Fórmula 1, Kimi Raikkonen pode correr rallys na próxima temporada. “Ainda não sei. Naturalmente, quero pilotar um carro competitivo. Caso contrário, vou passer mais tempo com minha família e meus amigos”, encerrou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *