F1: Kimi Raikkonen escapa de punição em Mônaco

Os fiscais do GP de Mônaco decidiram não penalizar o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, depois do acidente causado por ele no fim da prova deste domingo, que resultou no abandono de Adrian Sutil, da Force India, o quarto colocado naquele momento.

O atual campeão do mundo colocou a culpa da batida nos freios que ainda deveriam estar frios depois de uma relargada. Quem não engoliu essa desculpa foi o tricampeão do mundo Niki Lauda, hoje comentarista de uma TV alemã.


“Eu não consigo entender como o piloto mais bem pago (da Fórmula 1) pode fazer uma corrida tão estúpida quanto essa”, teria declarado durante a transmissão, segundo o site F1-live.


Fonte: Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *